7 chás que ajudam a emagrecer e perder barriga Eles estimulam maior queima de calorias e ajudam a perder barriga

7 chás que ajudam a emagrecer e perder barriga

Um chá quentinho é ótima opção para esquentar o corpo e alguns deles ainda podem te ajudar a emagrecer! Saiba quais são esses chás, entenda seus benefícios, como prepará-los e a melhor forma de consumir.

1 – Chá mate
O chá-mate é produzido a partir da erva-mate tostada. Ele possui as metilxantinas (cafeína e teobromina) em sua composição. Essas substâncias conferem ao chá o efeito termogênico, pois ele acelera o metabolismo e aumenta o gasto calórico em repouso. Esse mecanismo aumenta a queima de gordura, por isso a bebida pode contribuir para o emagrecimento.

Além disso, a cafeína estimula a lipólise ao inibir uma enzima chamada fosfodiesterase. A lipólise consiste em utilizar as células de gordura estocadas em nosso corpo para gerar combustível para queima durante momentos em que o corpo necessita de uma energia extra.

O chá-mate ainda possui ação diurética, é bom para diabéticos, contribui para a saúde do coração e do cérebro, tem ação antioxidante e melhora a digestão.

A quantidade recomendada de chá-mate é de cerca de um litro por dia no qual é utilizado 20 gramas das folhas de erva-mate ou entre 15 e 20 saquinhos de chá. É interessante dividir a bebida em porções de 330 ml e tomá-las durante ou antes das principais refeições, café da manhã, almoço e jantar. Sendo que o melhor é ingerir um pouco antes das principais refeições. Desta forma, as propriedades que diminuem a absorção de colesterol já estarão a postos no momento em que os alimentos chegarem e assim evitarão a absorção de colesterol no intestino delgado.

O chá-mate é preparado deixando as folhas em infusão com a água quente a cerca de 80 graus. Assim que a chaleira começar a chiar, deixe as folhas em infusão por cinco minutos. Saiba mais sobre chá-mate aqui.

2 – Chá verde
O chá verde possui forte ação termogênica. Isto ocorre por dois motivos. Primeiro, a bebida conta com cafeína em sua composição que tem efeito estimulante e contribui para a queima mais intensa de calorias, especialmente de gorduras. Além disso, o chá verde possui polifenóis que inibem a ação de uma enzima chamada catecol-O metiltransferase microssomal hepática. Quando a ação desta enzima é impedida a termogênese aumenta.

O chá verde ainda age na composição de gorduras no corpo. Estudo preliminares apontam que uma das catequinas mais presentes no chá verde, a epigalocatequina galato, estimula diversas enzimas que controlam o metabolismo das gorduras e até incentivam a quebra delas. Assim, as gorduras são melhores utilizadas pelo nosso organismo e não ficam paradas no tecido adiposo.

O chá verde também proporciona saciedade. Pesquisas indicam que as catequinas interagem com os receptores da leptina, hormônio relacionado à sensação de saciedade do nosso organismo. Ou seja, o consumo do chá nas quantidades recomendadas evita que você coma mais do que o necessário para seu organismo.

A orientação é não ultrapassar os 600 ml de chá verde por dia. O chá verde pode ser encontrado em pó, saquinhos e até mesmo cápsulas. Mas nenhuma dessas versões preserva os nutrientes originais e mais importantes do chá como as folhas da erva, que deve ser preparada em forma de infusão.

Ao fazer a infusão é muito importante não deixar a água ferver. Coloque a água no fogo e espere formar as primeiras bolhas. Então, acrescente duas colheres de sopa das folhas da erva na água, desligue o fogo e deixe por cinco a dez minutos, abafando. Para reduzir o efeito estimulante, experimente descartar essa primeira água e então repetir o processo. Depois de pronto, ele deve ser conservado em um recipiente de vidro na geladeira ou em garrafa térmica, e suas propriedades permanecem intactas por apenas 24 horas. Saiba mais sobre chá verde aqui.

3 – Chá preto
O chá preto, assim como o verde e o branco, é elaborado a partir da planta Camellia sinesis. A diferença entre eles é a fase em que a planta [e colhida e a maneira como são preparados. Portanto, esses chás contam com nutrientes. A diferença entre o chá verde e o preto é que este último conta com maior quantidade de cafeína.

Por isso, o chá preto também é o que possui maior ação termogênica. Este benefício ocorre da mesma forma que o que o chá verde. Ou seja, a bebida ajuda na perda de peso por conter cafeína e polifenóis. Isto porque a cafeína acelera o metabolismo e a queima gorduras. Enquanto as catequinas, tipos de polifenóis, reduzem o apetite e também diminuem as gorduras. O chá preto também irá inibir as enzimas que atrapalham a termogênese.

O consumo de chá preto deve ser associado à uma alimentação equilibrada e recomenda-se o ingerir até três xícaras com cerca de 300 ml cada uma.

Para cada um litro de água são necessárias duas colheres de sopa da erva. Coloque a água para esquentar e assim que começar a ferver apague o fogo. Acrescente a erva e abafe por dois ou três minutos. Depois, coe e tome.

O chá pode ser consumido quente ou frio, nos intervalos das refeições. Evite ingerir a bebida durante as refeições, pois os taninos presentes nela irão atrapalhar a absorção de algumas substâncias, especialmente o ferro e aminoácidos. Não beba o chá preto durante noite porque a cafeína presente na bebida pode dificultar o sono. Quem tem insônia deve tomar a última xícara até às 17:00. Saiba mais sobre chá preto aqui.

Leia também: Phytophen reclame aqui

4 – Chá branco
Os mecanismos que fazem o chá branco ter ação termogênica são os mesmos dos chás preto e verde. Com a diferença de que a termogênese no chá branco é menor porque entre os três chás ele é o que possui menor quantidade de cafeína. Ao invés disso, o chá branco conta com alta concentração de antioxidantes. Por isso, o chá branco ajuda a prevenir o câncer, protege o cérebro e a visão.

A quantidade recomendada da bebida pode variar entre duas e três xícaras de chá por dia. Para preparar uma porção utilize cerca de três gramas da folha seca para 300 ml de água. Para preparar uma porção de chá branco utilize três gramas da folha seca para 300 ml de água. Aqueça a água até um pouco antes da fervura, cerca de 80º, depois desligue o fogo e coloque a planta dentro. Deixe descansar por cinco minutos, coe e consuma.

Leia também: Kifina Anvisa

É difícil encontrar a folha à granel, mas as versões industrializadas da bebida também são saudáveis e podem ser ingeridas seguindo a instrução do fabricante. Saiba mais sobre chá-branco aqui.

Leia também: chá de Kombucha

5 – Chá de hibisco
O chá de hibisco é preparado com o cálice do botão seco da flor chamada Hibiscus Sabdariffa, que não é aquela espécie de hibisco normalmente encontrada nos jardins. Esta bebida evita o acúmulo de gordura. Uma pesquisa publicada no Journal of Ethnopharmacology da Sociedade Internacional de Etnofarmacologia concluiu que o chá de hibisco é capaz de reduzir a adipogênese. Este processo consiste na maturação celular no qual as células pré-adipócitas se convertem em adipócitos maduros capazes de acumular gordura no corpo.

Ao diminuir este processo, o chá de hibisco contribui para que menos gordura fique acumulada na região do abdômen e nos quadris. Ainda não está claro qual é a substância presente na bebida que é responsável pelo benefício. Porém, acredita-se que a ação antioxidantes dos flavonoides antocianina e quercetina contribuem para reduzir o depósito de gordura.

Além disso, o chá de hibisco possui ação diurética, controla o colesterol, a pressão arterial e é aliado do cérebro. A orientação é consumir um copo de 200 ml de chá de hibisco. Para cada copo deve ser utilizado de 4 a 6 gramas da flor seca, equivalente a uma colher de chá, ou dois a três pacotinhos de chá.

Caso utilize a flor a granel, procure aquecê-la o mínimo possível para não perder as propriedades. Separe 200 ml de água, deixe ferver e após isso adicione de 4 a 6 gramas, equivalente a uma colher de chá, da flor seca. Mantenha a bebida por três minutos no fogo e após isso ela pode ser consumida. Saiba mais sobre chá hibisco aqui.

6 – Chá de canela
A canela é um alimento termogênico e o seu chá também é. Assim, esta bebida é capaz de aumentar o gasto calórico do organismo durante a digestão e o processo metabólico. Além disso, a especiaria tem ação anti-inflamatória o que faz com que seu consumo seja interessante para pessoas com obesidade, já que esses indivíduos possuem um quadro de inflamação crônica. O chá de canela e a canela em si não são orientados para gestantes pois eles aumentam o risco de aborto espontâneo. Para preparar o chá de canela ferva.

Boa parte das pesquisas realizadas com canela foram com uma quantidade que variou entre 1 e 6 gramas, o equivalente a meia ou até uma colher de chá, ao dia. Como estes valores mudam muito, é interessante consultar um médico ou nutricionista sobre a melhor porção do alimento para cada pessoa. Os chás de canela costumam ser preparados com a canela em pau. Saiba mais sobre chá de canela aqui

7 – Chá de gengibre
Tanto o gengibre quanto o chá de gengibre contam com substâncias termogênicas que tem a capacidade de aumentar a temperatura corporal, acelerando o metabolismo e elevando a queima de gordura. É interessante fazer a infusão de pedaços de gengibre frescos. O chá de gengibre ainda ajuda no tratamento de gripes, tosses e resfriados. Ele também hidrata o corpo e ajuda a eliminar toxinas, o que irá contribuir ainda mais para o emagrecimento.

O preparo do chá de gengibre consiste em deixar raízes, cascas ou talos de molho por cerca de 30 minutos e, após esse período, acrescentar água e levar o gengibre ao fogo por mais de 30 minutos. Saiba mais sobre chá gengibre aqui.

Dieta para emagrecer rápido e saudável

Dieta para emagrecer rápido e saudável

Esta dieta para emagrecer em 15 dias permite uma rápida perda de peso, podendo-se reduzir cerca de 5 Kg em apenas duas semanas e sem muito sacrifício.

Porém, quanto maior for peso que se tem para perder maior deverá ser a velocidade de emagrecimento, por isso normalmente as primeiras semanas de dieta o emagrecimento é maior.

Leia também: Phytophen é bom

Cardápio completo para um emagrecimento rápido
A tabela a seguir traz um exemplo de 3 dias de cardápio da dieta para emagrecer.

Refeição Dia 1 Dia 2 Dia 3
Café da manhã 240 ml de leite desnatado + omelete feita com 1 ovo e tomate Vitamina de frutas sem açúcar + 1 col de sopa de chia Iogurte desnatado + 1 col de sopa de linhaça + 2 fatias de queijo assado com alface e tomate
Lanche da manhã 1 maçã + 3 castanhas 2 fatias de queijo e presunto + 1 taça de gelatina 1 pêra + 3 amendoins
Almoço/Jantar 150 g de filé de peixe + 2 col de sopa de grão de bico + salada cozida + 2 fatias de abacaxi 150 g de peito de frango + 2 col de sopa de feijão + salada crua refogada + 1 laranja Sopa de legumes com quinoa + 1 ovo cozido + 1 fatia de melão
Lanche da tarde 1 iogurte desnatado + 1 col de sopa de linhaça 2 fatias de melancia + 3 castanhas 1 xícara de chá sem açúcar + omelete de legumes
As dietas que prometem resultados rápidos devem ser feitas por um tempo limitado e qualquer dieta deve ser feita com supervisão do nutricionista, especialmente se a pessoa tiver alguma doença como diabetes e hipertensão. Veja 5 Receitas de Crepioca para emagrecer e variar o cardápio.

3 Regras simples para esta dieta funcionar
Alimentos permitidos: carnes magras, peixes, ovos, frutos do mar, leite e derivados desnatados, sementes, castanhas, legumes, verduras e frutas.
Alimentos proibidos: açúcar, batatas, macarrão, pão, arroz, farinhas, maionese, manteiga, óleo, azeite, banana, uva, abacate e carnes processadas como linguiça, salsicha, bacon e presunto.
Começar a dieta desintoxicando melhora os resultados, por isso veja uma receita excelente de sopa detox para completar esta dieta, nesse vídeo:

Leia também: Kifina é bom

Esta dieta pode ser complementada com chás para emagrecer, como de limão e gengibre ou chá verde, que ajudam a reduzir o inchaço e a retenção de líquidos, diminuindo o apetite e acelerando o metabolismo.

Leia também: Dieta de emergência

Os remédios para ajudar a emagrecer, como sibutramina ou orlistat, são uma opção, especialmente quando a obesidade coloca em risco a saúde, mas só devem ser tomados com indicação do gastroenterologista ou do endocrinologista, caso contrário, quando o remédio acabar é muito possível que engorde novamente.

Exercícios para emagrecer
Para complementar essa dieta também é recomendado queimar mais calorias do que ingere, e para isso, os exercícios são uma excelente ajuda. Os melhores são:

De aquecimento
Os melhores exercícios para emagrecer são os aeróbicos, como caminhada rápida, corrida, andar de bicicleta, remo ou natação. Esse tipo de atividade física queima muitas calorias em pouco tempo, sendo ideais para queimar gordura acumulada, além disso melhoram a força do coração e a capacidade respiratória. Devem ser realizados no mínimo durante 20 minutos, diariamente.

Localizados
Os exercícios para glúteos ajudam a aumentar a massa muscular, permitindo combater a celulite e melhorar a auto-estima. Mas estes exercícios também são importantes porque quando os músculos glúteos máximo e médio estão fracos pode haver dor nas costas, joelhos e quadril.

Para obter melhores resultados, os exercícios devem ser feitos dia sim, dia não, e a dieta deve ser rica em alimentos com proteínas, como carne branca, iogurte e omelete de clara de ovo porque eles favorecem da formação dos músculos. Mais exemplos em: Alimentos ricos em proteínas.

Dois exercícios para glúteos, que podem ser feitos em casa, e em poucos minutos, são:

Ex. 1: Na posição de 4 apoios, com os cotovelos apoiados no chão, elevar uma perna acima da linha da altura do quadril, como mostra a segunda imagem. A elevação da perna é de cerca de 10 centímetros e não é preciso apoiar o joelho no chão. Fazer 8 elevações e descansar durante 30 segundos. Repetir o exercício mais 2 vezes.

Ex 2: Deitada de barriga para cima, com as mãos ao longo do corpo, elevar o quadril do chão como mostra a primeira imagem. Elevar o quadril do chão 8 vezes seguidas e descansar 30 segundos. Repetir o mesmo exercício mais 2 vezes.

Creme Firmador Celulite – gel creme redutor de celulite e firmador

Creme Firmador Celulite – gel creme redutor de celulite e firmador

O que mais me chamou atenção nesse produto foi…. que NÃO precisa de massagem!Isso mesmo, manas! Não precisa ficar horas malhando os braços..

Pra quem gosta de usar esse tipo de tratamento homecare, a coisa mais chata é ter que fazer massagem pra ativar as propriedades do produto, né quem concorda?

Leia também: comprar Creme firmador

Pedi pra minha dermato quais das marcas comerciais (e mais em conta) de produtos que se dizem redutores de medidas, celulite, etc. eram as mais eficazes pra um resultado efetivo e ela me disse que os produtos da Nivea realmente podem fazer a diferença se usado com determinação e disciplina (e não vamos ser hipócritas, hábitos saudáveis é o mais importante, né minha gente?!).

Já usava produtos da Nivea e gostava (aliàs, gosto muito) e então decidi comprar este que promete reduzir celulite e firmar a pele.

Leia também: Skin renov reclame aqui

O Nivea Bye-Bye Celulite Q10 conta com uma formulação de ingredientes cuidadosamente selecionados para que você perceba resultados visíveis em apenas 2 semanas. Uou!

O que ele promete? uma pele mais macia e firme que ao mesmo tempo reduz a aparência da celulite (- o detalhe – não precisa de massagem).

Nívea Q10 é composta com ingredientes como L-Cartinina e a coenzima Q10 – ajudam na quebra das células de gordura melhorando o aspecto da celulite, além de firmar e manter a elasticidade da pele. E o extrato de lótus, por sua vez reduz a formação de novas células de gordura.

Leia também: comprar Creme firmador

Em duas semanas: pele visivelmente mais firme
Em três semanas: reduz o aspecto da celulite

Além da tecnologia HIDRA QI – hidratação de dentro pra fora por mais de 24h – que estimula a formação de novas aquoporinas (sistema natural de hidratação da pele).

Textura em gel
O aroma do gel é mentolado, por isso a sensação é bem refrescante ao passar e a fórmula é de rápida absorção, e de fato é. A pele não fica grudenta nem melecada e não precisa ficar esperando o creme secar para se vestir.

A indicação de uso é diário e nas regiões afetadas: coxa, culotes, glúteos e barriga e é indicado para todos os tipos de pele.

Ingredientes do produto:

Outro produto que testei que é na mesma pegada foi o SOS Monange firmador, resenhado aqui

Já usei os redutores da Vichy que também são muito muito bons, porém bem mais caros (e precisam de massagem.. hahaah). Tenho em casa o Vichy Over Night que logo logo farei resenha também.

Confesso que também não sigo à risca o que eu mesma digo, ou seja, a gente quer um corpo bonito sem fazer absolutamente nada. O que de fato é extremamente errado. Mas de vez ou outra a gente se esforça um pouco. Bom, como disse não segui total os meus hábito saudáveis quando utilizei o Bye-Bye Celulite, mas confesso que senti uma melhora sim no aspecto da pele. Ela parece que sim fica mais firme. Parece (ou melhor sim) que ele forma uma película sobre a pele. Isso faz com que a sensação de toque seja bem gostosa e lisinha, sabe?!

Eu até tinha deixado um espaço e fotografado o antes para poder mostrar os resultados. Mas sabe, isso é muito subjetivo! Isso varia para cada corpo, cada mulher, hábitos, hormônios, etc… me entendem. Não quero mostrar um antes e depois maravilhoso, ou um sem diferença alguma e te fazer “comprar” essa ideia. O que posso te dizer é que o gel é bom, mas não faz milagres sozinho.

O fato de eu ter amado esse foi que não precisa ficar massageando o local. Já usei o da Vichy que é muito mais caro, porém não menos eficaz, aliás, outro que amo e vou resenhar logo logo aqui no blog, porém precisa de massagem, e digo uma boa massagem.

Dicas para quem esta passando por problemas sexuais

Afrodisíacos naturais à base de plantas

Afrodisíacos e estimulantes sexuais à base de plantas são usados ​​regularmente por homens com problemas de ereção. Você pode comê-los como está, ou na forma de suplementos alimentares para aumentar seu desempenho sexual.

Por exemplo, você pode usar plantas como:

  • ginseng;
  • tribulus terrestris;
  • epimedium e
  • yohimbe.

Estas ervas foram testadas em vários indivíduos do sexo masculino. E os resultados observados foram promissores. Eles ajudam a melhorar a circulação sanguínea graças às suas propriedades antioxidantes. Ou aumentar o seu nível hormonal ou a secreção de substâncias químicas no cérebro que desempenham um papel importante na sua saúde sexual.

A grande maioria dessas soluções naturais é considerada segura . E, portanto, não exigem receita médica do seu médico. No entanto, recomenda-se procurar aconselhamento profissional. Especialmente se você sofre de problemas cardíacos, ou se você seguir outro tratamento médico. E é absolutamente necessário seguir a dosagem recomendada.

Exercícios pélvicos

Exercícios pélvicos, como exercícios de Kegel, não são reservados para mulheres que acabaram de dar à luz. Os últimos são de fato recomendados aos homens para melhorar sua saúde sexual. Eles consistem em contrair e liberar os músculos do assoalho pélvico. Músculos que controlam, entre outras coisas, seus órgãos reprodutivos.

Ao fortalecer os músculos do assoalho pélvico, que se eles são fracos podem causar disfunção sexual, você pode tratar sua ereção macia . Eles também estimulam o fluxo de sangue para os órgãos reprodutivos. Um fator essencial para uma função erétil saudável.

Homens com ejaculação precoce também podem se beneficiar dos exercícios do assoalho pélvico. Porque estes exercícios irão ajudá-lo a controlar a sua ejaculação, uma vez que são os principais responsáveis ​​pelo seu reflexo ejaculatório. E quando eles estão muito fracos, será mais difícil atrasar sua ejaculação.

Cure seu sono repousante

O sono é um processo fisiológico importante para sua saúde geral. E sua saúde sexual em particular. Um estudo recente da American Medical Association mostrou que a falta de sono pode reduzir drasticamente os níveis de testosterona. Especialmente entre os homens jovens em boa saúde.

Nós todos sabemos que a testosterona desempenha um papel crucial na sua saúde sexual. Infelizmente, seu corpo irá produzir quantidades menores à medida que você envelhece. Para que isso não afete sua vida sexual, é essencial dormir o suficiente.

A National Sleep Foundation também recomenda que os adultos durmam entre 7 e 9 horas. Isso é uma a duas horas a mais que o tempo médio de sono de homens adultos.

Entre em contato com seu parceiro

Mesmo que falar de um assunto tão sensível como a impotência ou a ereção branda com o parceiro seja muito difícil, é uma das soluções mais eficazes para superar esse problema. E muitos homens não sabem o quanto a qualidade de seu relacionamento pode afetar sua satisfação sexual e função erétil.

O estresse que surge do conflito dentro de seu relacionamento pode deixá-lo deprimido, ansioso. E é a sua vida íntima que provavelmente sofrerá. Numerosos estudos ilustraram o impacto da terapia conjugal na disfunção sexual. Isso reduzirá significativamente a duração do seu tratamento (se você seguir um).

Nos casos em que seu médico está lutando para encontrar a causa exata de sua ereção suave, ele pode recomendar um terapeuta . Porque a origem do problema será mais certamente psicológica. E pode tomar fonte em seu relacionamento amoroso.

E se mesmo assim seu parceiro continua sofrendo com esses problemas te convidamos a conhecer o estimulante sexual chamado Tauron.

Dicas que podem salvar seu sexo

K como Kamasutra

Quem teve essa ideia maluca, um dia para atualizá-la? Desde então, o missionário é vintage e a amazônia francamente retrô. As dores, eles, sistemáticas; e prazer, como antibióticos, não automáticos. 
Mas ainda assim …
“O que é importante é a fluidez dos movimentos durante o amor que eu amo para variar posições, mas não se levarmos 10 minutos para nos acalmarmos e nos damos conta no final Nós não conseguimos nos mover, mas em algumas posições do Kamasutra , ainda é assim. ” Renaud, 28 anos 
Conselhos de sexo
“Eu acho que hoje era quase demasiada escolha nas posições. Então, ficamos para mudar a cada 10 segundos, como um missionário abraço era um abraço perdido. Olhe para a qualidade e não quantidade! ” 
Pierre-Antoine, 32 anos

Lingua é para ser usada

Para fazer um homem subir ao sétimo céu, dê-lhe a língua (para o homem, não para o céu), em vez de entregá-lo ao gato. Amplamente explorado (e para colar selos, mas este não é o assunto), seu uso pode ser muito mais variado. 
Mas ainda assim …
“Eu sou sensível à maneira como uma garota beija, porque a maneira como usamos a língua dela é muito reveladora. Há os tímidos, que simplesmente saem, os suaves, que deixam para fazer, os curiosos, que exploram em toda parte … ” Raphaël, 33 anos 
Conselhos de sexo
“Aventure-se em novos lugares, apenas com a sua língua: às vezes você pode descobrir áreas super sensíveis, orelhas, por exemplo, é uma delícia … O osso do quadril também, eu adoro isso. aconselhá-lo a percorrer o corpo de seu cara com a ponta da língua, tocando primeiro: você rapidamente percebe áreas potenciais de prazer! ” Mario, 40 anos

Desculpa se o estimulante Big Size Funciona.

M gosta de masturbação

Eles dizem que a masturbação feminina mais tabu de que a masturbação masculina. No próximo varejo: se uma mulher confessar a seu parceiro se acariciando no chuveiro, ela vai colher olhos brilhantes. Se um homem confessar oferecer prazeres solitários, será para ele que os olhos brilham de raiva. Por que somos tão desiguais à masturbação?
Mas ainda assim …
“Uma noite, na frente de um relatório sobre sexo, minha namorada me pergunta se eu me masturbo. Eu lhe respondo a verdade, como um idiota. Eles se aproximaram da cena de limpeza, porque dizer” eu não sou suficiente “, “Você pensa em outras mulheres”, “você não é sexualmente cumprida” e outras tolices desse tipo, e se ela falasse sobre isso com outros homens, ela perceberia que não era absolutamente nada para ver. ” Thierry, 31 anos 
Conselhos de sexo
“Durante o amor, adorei assistir a minha ex-carícia um dia, ela me disse que gostaria de me ver também. No começo, foi um pouco embaraçoso, mas rapidamente foi muito emocionante para nós dois. ” Nicolas, 37 anos

N como não

Ou melhor, “N” como “não querida, não hoje à noite”. Ele tem enxaquecas. Melhor ouvir isso do que ser surdo. Não, é melhor não ouvir nada disso. Porque nas mentalidades, ainda profundamente arraigadas, as coisas são feitas assim: o homem propõe, a mulher dispõe. Se o homem se recusar, então ele tem uma amante. Onde ele não nos ama mais. Talvez até os dois, contanto que você faça. Em suma, é horrível. E não só porque é terrivelmente frustrante. 
Mas ainda assim …
“É incrível, a pressão que temos, porque o homem chamado sempre quer e está sempre pronto, devemos andar como máquinas, com o premir de um botão e sempre ser super-eficiente. diz “não”, é normal, se um cara diz “não”, ele cai 10 pontos na escala de masculinidade. ” Valery, 33 
Conselho Sex
“Um dia eu disse à minha esposa que eu gostaria que ele tomar mais iniciativas. Poucos dias depois, eu bati, eu carinhosamente me abraça para dormir. Ela começa a acariciar-me, eu lhe disse que não queria. Ela foi dormir na sala de estar, e colocar um monte de tempo para se atrevem a tomar a iniciativa de novo. sem ofensa, e nunca ficar em um fracasso! ” Leo, 32 anos

O como dedos

Se ele gosta de ter um fã, talvez ele ame tê-los … na sua boca! Desacostumada a ser sensualmente solicitada, essa área ainda poderia ser a de todos os prazeres. 
Mas ainda assim …
“Eu sempre fui pés muito sensíveis: eu os massageio frequentemente, eu faço massagens, mas estranhamente eu nunca pensei que eles pudessem ser fontes de prazer sexual. Recentemente minha namorada, enquanto Ela estava me dando uma massagem, começou a beijar meus dedos do pé, em seguida, para mordiscar e lamber-los.Honestidade, níveis de sensações, não foi muito longe daqueles experimentados durante o meu primeiro boquete … ” Jerome, 29 
Conselho do sexo
“A priori não me ligue muito, mas eu posso ter uma bela surpresa um dia! De qualquer forma, me faria um efeito estranho que a garota fosse direta. Talvez o melhor seja começar por jogar com os dedos, lambendo-os. Eu acho que se o seu efeito sobre as mãos, como ele vai nos pés. Serge, 26

LINHAS DE EXPRESSÃO: SAIBA O QUE SÃO, COMO AS RUGAS SURGEM E DICAS DE COMO PREVENIR E AMENIZAR O INCÔMODO

LINHAS DE EXPRESSÃO: SAIBA O QUE SÃO, COMO AS RUGAS SURGEM E DICAS DE COMO PREVENIR E AMENIZAR O INCÔMODO

Saiba o que são as rugas de expressão, como elas surgem e dicas de como amenizar e tratar o problema na pele

O ESPECIALISTA

DRA. KATLEEN CONCEIÇÃO CRM: 639575
Dermatologista pela Sociedade Brasileira de Dermatologista do Rio de Janeiro e membro da Sociedade Brasileira de Laser. Já esteve à frente dos Ambulatórios de Dermatologia da Pele Negra do Hospital Federal de Bonsucesso e é chefe do ambulatório de dermatologia para pele negra da Santa casa da misericórdia, ambos no Rio de Janeiro. Também é especialista em lasers, desenvolvendo trabalhos com Cutera, Starlux, Lightsheer, Laser CO2, Fraxel Repair, Dual, entre outros. Atende na Clínica Paula Bellotti, no Leblon, uma das mais conceituadas da América Latina.

VEJA MAIS
As rugas ou linhas de expressão são marcas causadas pela movimentação repetitiva dos músculos do rosto. Exposição solar, estresse e má alimentação são alguns exemplos de influenciadores desses sinais. O DermaClub conversou com a dermatologista Katleen Conceição, do Rio de Janeiro, que explicou o que são, por que acontecem e como é possível evitá-las. Confira!

Leia também: comprar Creme para rugas

Entenda o que são as rugas de expressão e como elas surgem
Segundo a médica, a pele possui duas características importantes:

1) Elasticidade: capacidade de resposta à movimentação da musculatura.

2) Plasticidade: a aptidão de se moldar novamente ao estado inicial.

“E, com o passar do tempo, perdemos quantidade e qualidade do colágeno (elasticidade), além da diminuição de ácido hialurônico (plasticidade), o que favorece a formação de rugas”, explicou a médica, afirmando que, a partir disso, é fácil entender como as linhas de expressão surgem. “Ao movimentar e contrair o rosto, há o surgimentos dessas marcas. A pele jovem, por exemplo, sempre volta ao normal, sem rugas depois de um gesto. Enquanto a madura já tem maior facilidade em produzir esses sinais”, pontuou.

Saiba quais são os principais incentivadores das rugas de expressão
De acordo com a Dra. Katleen, as rugas de expressão são marcas do tempo, danos de causa endógena – dentro do organismo – e/ou exógena – fora do organismo. “Exposição solar, estresse, má alimentação, consumo de bebida alcoólica, hábito de fumar e noites mal dormidas são grandes estímulos para o aparecimento das linhas”, contou.

Não existe uma faixa etária ou uma predisposição para o surgimento desses sinais. “Cada caso vai ser diferente. Na pele negra, por exemplo, demora mais a aparecer devido a fibra colágena, que é mais densa, além da fotoproteção natural. Já a clara está mais exposta às marcas”, frisou.

Descubra as formas de prevenção para evitar as rugas de expressão
Para a dermatologista, as linhas de expressão podem ser evitadas usando dermocosméticos que combatam o envelhecimento. “Investir em produtos à base de vitamina C, usar filtro solar a cada três horas, ingerir fotoprotetor oral e colágeno são algumas das opções. Além disso, é possível realizar peelings, lasers, ultrassom focado – todos com o intuito de evitar o enrugamento da pele”, pontuou.

Leia também: Skin renov Anvisa

Saiba quais os tratamentos para tratar e amenizar a aparência das linhas de expressão
Muitas pessoas acabam se sentindo incomodadas com o aspecto envelhecido que as rugas de expressão podem deixar no rosto. De acordo com a médica, existem algumas opções de tratamento para quem deseja eliminá-las. “Podem ser feitos procedimentos como o laser CO2 fracionado, toxina botulínica, radiofrequência e fio russo. Porém, tudo depende do caso”, explicou. Não esqueça de procurar a avaliação do seu médico dermatologista!

*Os dermatologistas especialistas são consultados como fontes jornalísticas e não se utilizam deste espaço para a promoção de qualquer produto ou marca. Para saber qual é o tratamento ideal para a sua pele, consulte um dermatologista da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

Remédios para emagrecer: de farmácia e naturais

Remédios para emagrecer: de farmácia e naturais

Para perder peso mais rápido, além de uma alimentação saudável e de praticar atividade física regularmente, pode ser necessário utilizar remédios que aumentam o metabolismo e a queima de gorduras, que reduzem a absorção de gordura no intestino, que reduzem o apetite ou que combatem a retenção de líquidos.

Dentre as melhores soluções para emagrecer estão o chá verde, a quitosana, a goji berry e os medicamentos Saxenda e Orlistat. Veja a seguir a lista completa e para que serve cada um.

Medicamentos que emagrecem

Alguns dos medicamentos que podem ser usados para perder peso, que são vendidos em farmácias e devem ser prescritos pelo médico e utilizados de acordo com a sua recomendação são:

1. Sibutramina
A sibutramina atua diminuindo a fome e fazendo com que a sensação de saciedade chegue mais rápido ao cérebro, ajudando a controlar a quantidade de comida ingerida. Dessa forma, este remédio pode ser usado como primeiro tratamento em pessoas com obesidade.

Este remédio não deve ser usado por gestantes, mulheres que amamentam e em casos de doenças cardíacas, anorexia, bulimia, uso de descongestionantes nasais e antidepressivos. Veja os efeitos colaterais da Sibutramina.

É ideal para: pessoas que estão fazendo dieta, mas têm muita dificuldade em controlar a fome e vontade de comer alimentos mais gordurosos ou açucarados.
Como tomar: em geral, a recomendação é tomar 1 cápsula pela manhã em jejum, mas se a perda de peso não ocorrer após 4 semanas de uso, o médico deve ser consultado.
2. Orlistat
Também conhecido como Xenical, atua impedindo a absorção de gordura no intestino, o que reduz a quantidade de calorias consumidas, ajudando na perda de peso e no controle do colesterol alto e da obesidade.

O orlistat está contraindicado para gestantes, mulheres que amamentam e pessoas com problemas de má absorção intestinal ou tendência a ter diarreia. Veja o resumo da bula completa de Orlistat.

É ideal para: ser utilizado em dias em que se fazem refeições ricas em gordura, por exemplo, para diminuir a quantidade de gordura absorvida e ajudar a manter os resultados da dieta. Idealmente, não deve ser usado como solução para ingerir mais alimentos gordurosos no dia-a-dia.
Como tomar: é aconselhado tomar 1 comprimido antes da refeição, de forma a diminuir a quantidade de gordura ingerida nos alimentos.
3. Comprimido para emagrecer

É ideal para: pessoas a fazer acompanhamento médico e nutricional para tratar obesidade de IMC superior a 30 Kg/m² ou com IMC superior a 27 kg/m2 e doenças associadas, como hipertensão arterial ou diabetes tipo 2.
Como tomar: geralmente basta 1 injeção de Saxenda por dia para conseguir uma redução de 10% do peso em 1 mês. A dose poderá ser aumentada gradualmente, caso o médico recomende.
4. Cloridrato de lorcaserina – Belviq
Belviq é um remédio contra obesidade que atua nos níveis de serotonina do cérebro , diminuindo o apetite e aumentando a saciedade, com poucos efeitos colaterais. Com a redução do apetite é possível ingerir menos alimentos, perdendo peso. Veja a bula desse remédio em: Belviq.

É ideal para: pessoas a fazer dieta que precisam diminuir o apetite para evitar o consumo de alimentos com muitas calorias, e emagrecer rápido. No entanto, só pode ser utilizado com receita médica.
Como tomar: ingerir 2 comprimidos por dia, um no almoço e outro no jantar.
Remédios naturais para emagrecer

Os melhores remédios naturais para emagrecer são à base de ervas e produtos naturais que melhoram o funcionamento do organismo, como:

1. Chá verde
Tem as propriedades de acelerar o metabolismo e favorecer a queima de gordura, podendo ser consumido em cápsulas ou na forma de chá.

Deve-se consumir de 3 a 4 xícaras do chá por dia ou tomar 2 cápsulas pela manhã e pela tarde, mas está contraindicado para pessoas com sensibilidade à cafeína ou problemas cardíacos.

Leia também: Kifina funciona

2. MaxBurn
Suplemento feito a partir de chá verde e açaí, tem o poder de aumentar o metabolismo e diminuir o apetite. Deve-se tomar uma cápsula antes do almoço e do jantar, mas é importante lembrar que a venda deste medicamento foi proibida pela Anvisa.

Leia também: Phytophen Anvisa

3. Quitosana
A quitosana é feita a partir de fibras presentes no esqueleto de frutos do mar, ela aumenta a saciedade e diminui a absorção de gordura no intestino. Deve-se tomar 2 cápsulas antes do almoço e do jantar, mas está contraindicada para pessoas alérgicas a frutos do mar.

4. Goji berry em cápsulas
Esse remédio é feito a partir do fruto fresco, e atua no organismo como antioxidante e anti-inflamatório, devendo-se tomar 1 cápsula antes do almoço e do jantar.

É importante lembrar que apesar de naturais, esses remédios estão contra-indicados para mulheres grávidas ou que amamentam, crianças e pessoas com pressão alta ou problemas cardíacos, e que, o ideal é que eles sejam prescritos pelo médico ou pelo nutricionista.

Remédios caseiros para emagrecer

Os remédios caseiros para emagrecer são opções mais fáceis e seguras para serem utilizadas para ajuda na dieta, especialmente de quem sofre com obesidade. Dentre os principais, estão:

1. Água de Berinjela
Para preparar, deve-se cortar 1 berinjela em cubos e deixar de molho em 1 litro de água durante a noite. Pela manhã, deve-se bater tudo no liquidificador consumir ao longo do dia, sem adicionar açúcar.

2. Água de Gengibre
Deve-se adicionar de 4 a 5 rodelas ou 2 colheres de sopa de raspas de gengibre em 1 litro de água gelada, bebendo a mistura ao longo do dia. Para obter melhores resultados, o gengibre deve ser trocado diariamente.

Leia também: comprar Comprimido para emagrecer

3. Chá diurético de ervas
Para preparar este chá, deve-se adicionar 10 g de alcachofra, cavalinha, sabugueiro, louro e anis, em 1 litro de água fervente. Desligar o fogo e abafar a panela, deixando descansar por 5 minutos. Beber o chá ao longo do dia e seguir o tratamento durante 2 semanas.

Além de conhecer os remédios, é importante lembrar que todos esses medicamentos trazem mais resultados quando aliados a uma alimentação saudável e à prática regular de atividade física.

Como emagrecer sem remédio
Controlar o índice glicêmico dos alimentos é uma ótima forma de emagrecer sem ter que tomar remédio e sem sentir fome. A nutricionista Tatiana Zanin explica o que é, como controlar o índice glicêmico nesse leve e bem-humorado vídeo:

Distúrbios do orgasmo

Por que não marcar uma consulta com um sexólogo?

Por vezes, uma abordagem multidisciplinar , que dá lugar à intervenção de um sexólogo , possibilita o tratamento mais eficaz das disfunções sexuais 5-7 . Em Quebec, a maioria dos sexólogos trabalha na prática privada. Estas podem ser sessões individuais ou casais . Essas sessões podem ajudar a acalmar a frustração e as tensões ou conflitos conjugais causados ​​pelas dificuldades vivenciadas na vida sexual. Eles também ajudarão a aumentar a auto-estima, muitas vezes abusada em tais casos. 

As 6 abordagens de uma terapia de sexo:

  • terapia comportamental cognitiva  visa, em especial, quebrar o círculo vicioso de pensamentos negativos sobre a sexualidade (e os comportamentos que dela decorrem), identificando esses pensamentos e tentando desarmá-los; Envolve também a prescrição de exercícios de comunicação ou exercícios físicos para o casal. Esta abordagem à psicoterapia individual ajuda a explorar e compreender o problema, analisando os pensamentos, expectativas e crenças da pessoa sobre a sexualidade. Isso dependerá de experiências vividas, história familiar, convenções sociais e assim por diante. Como exemplos de crenças restritivas: “o único orgasmo real é vaginal” ou “focalizando meu desejo de gozar, vou atingir o orgasmo”. Isso cria tensões internas que, ao contrário, diminuem a satisfação sexual. Em caso de baixa libido ou incapacidade de atingir o orgasmo, esta é a abordagem preferida. Também pode ser útil em casos de dor coital, além de fisioterapia. Consulte um psicólogo ou sexólogo familiarizado com essa abordagem.
  • Terapias de trauma. Quando uma mulher foi vítima de violência (intra-família como uma criança, a violência sexual, abuso verbal), métodos existem atualmente para curar os danos psicológicos causados por essas lesões: ciclo de vida de integração EMDR (ICV), Brainspotting, EFT … É são terapias muito ativas.
  • abordagem sistêmica , que analisa a interação dos cônjuges e seu efeito sobre sua vida sexual;
  • abordagem analítica , que tenta resolver os conflitos internos na raiz dos problemas sexuais, analisando fantasia e fantasias eróticas;
  • abordagem existencial , onde a pessoa é levada a descobrir suas percepções de suas dificuldades sexuais e a se conhecer melhor;
  • abordagem sexo – corporal , que leva em conta os inseparáveis ​​vínculos corpo – emoções – intelecto, e que visa uma sexualidade satisfatória, tanto no nível individual quanto relacional.

Conheça o nosso blog do homem.

Intervenções cirúrgicas

A cirurgia quase não tem lugar no tratamento da disfunção sexual. 
Pode ser praticado em mulheres com endometriose e dor penetrante para eliminar os cistos envolvidos. 
Em alguns casos de vestibulite (dor intensa entre os dois pequenos lábios ao menor toque), alguns cirurgiões realizaram vestibulectomias. Estes procedimentos cirúrgicos são realizados somente quando todas as outras abordagens possíveis foram esgotadas sem obter um resultado satisfatório.

Os distúrbios do orgasmo correspondem a uma ausência ou atraso no apogeu sexual (orgasmo), mesmo que a excitação sexual seja suficiente e a mulher esteja excitada, tanto mental quanto emocionalmente.

 

É provável que a mulher não tenha um orgasmo se o ato sexual terminar cedo, se as preliminares forem insuficientes ou se ela tiver medo de não se controlar ou de se soltar.

As mulheres são incentivadas a praticar a autoestimulação (masturbação) e, para algumas, é útil estabelecer terapias psicológicas.

O número e o tipo de estímulo necessário para atingir o orgasmo varia muito de mulher para mulher. A maioria das mulheres pode atingir o orgasmo ao estimular o clitóris (que é o pênis nos homens), mas menos da metade delas tem um orgasmo durante toda a relação sexual. Quase 1 em cada 10 mulheres nunca chega ao orgasmo, mas a maioria delas diz que está feliz com a atividade sexual.

A mulher com distúrbios do orgasmo não consegue atingir o orgasmo, quaisquer que sejam as circunstâncias, mesmo quando se está masturbando e experimentando uma grande excitação. No entanto, a ausência de orgasmo é geralmente devido à excitação insuficiente nas mulheres e, portanto, este é um distúrbio de excitação e não distúrbios do orgasmo. A incapacidade de atingir o orgasmo é percebida como um distúrbio apenas quando a mulher é perturbada pela ausência do orgasmo. Sexo sem orgasmo cria uma sensação de frustração e cria ressentimento e, às vezes, repulsa por sexo.

A idade afeta a saúde sexual?

QUAIS MUDANÇAS INDIVIDUAIS RELACIONADAS À IDADE AFETAM A FUNÇÃO SEXUAL?

Outros desafios específicos por idade estão relacionados a fatores individuais, sejam psíquicos ou físicos.

Nas mulheres, o desejo sexual foi, por vezes, distinguido do desejo. O impulso, essencialmente determinado pelo fator biológico, é um componente, entre outros, do desejo. Isso distinguir parâmetro “genital prime” correspondente ao drive-a “pico sexual” mais tarde, melhor corresponde à realidade do desejo, que integra os aspectos psicossociais, tais como factores de identidade, habilidades interpessoais, aprendendo.

Nos humanos, parece ser diferente. Embora a identidade masculina seja às vezes frágil, permanece o fato de que o componente biológico desempenha um papel mais importante aqui do que os aspectos psicossociais. Envelhecimento geralmente, doenças cardiovasculares, distúrbios metabólicos prejudicam o desempenho sexual. Um desinvestimento da sexualidade será então inevitável se novas habilidades eróticas não forem aprendidas.

Portanto, é compreensível que quando uma pessoa mais velha não tenha mais atividade sexual regular, o praticante deve questionar as razões dessa regressão. Uma avaliação médica e psicossocial que especifique essas mudanças será, portanto, necessária. 6

EM QUE CONTEXTO VOCÊ PROPÕE ESTE APOIO?

Primeiro, será importante garantir que não haja mitos persistentes e equívocos sobre sexualidade. Também levará em conta a dinâmica do casal de idosos e informará ao casal que uma fase de reabilitação pode ser necessária, especialmente se não houver relação sexual por muito tempo ou se o parceiro entrou na menopausa .

COMO AVALIAR A DISFUNÇÃO SEXUAL DE UMA MULHER RELACIONADA À IDADE?

Entre os fatores biológicos que podem predispor ao aparecimento de disfunção sexual em mulheres, a hipertensão e os distúrbios metabólicos são frequentemente relatados. Hormonalmente, défices de estrogio (afrontamentos, palpitações, perturbações do sono) ou androgénio (distimia, fadiga, falta de desejo) de menopausa, em vez agiria como factores precipitantes, por exemplo, no caso de dificuldades sexuais já presentes. Muitas outras variáveis ​​somáticas ou psicossociais teriam influência igual ou maior. 7,8

Por exemplo, fatores psicológicos como histórico de dificuldades relacionais e sexuais, depressão e baixa autoestima são freqüentemente implicados no desenvolvimento da disfunção sexual.

A idade, a possível falta de atividade sexual e depleção hormona pode, assim, provocar uma diminuição do desejo sexual, perturbações do a fase de excitação com uma falha de resposta genital, dispareunia ou a dificuldade em atingir o orgasmo. Em particular, são principalmente distúrbios da excitação sexual que se correlacionam com a deficiência hormonal.

Um distúrbio sexual da menopausa deve sempre ser avaliado e, dependendo das queixas do paciente ou do casal, será necessária uma ajuda especializada.

Conheça o livro que pode acabar com seus problemas sexuais, o Destruidor de Ejaculação Precoce.

QUAL TRATAMENTO TERAPÊUTICO PROPOR NAS MULHERES?

O que torna a especificidade comparada a um tratamento convencional de sexo terapêutico é a existência, se não houver contra-indicações, de diferentes opções terapêuticas relativas a uma substituição hormonal. O estrogênio e a progesterona ajudam a preservar a integridade fisiológica e a função genital. Esse tratamento reconhecido ainda deve ser discutido com o paciente, considerando os riscos e benefícios, levando em conta também as implicações na autoimagem que envolve a introdução ou não desse tratamento.

Com relação à substituição de andrógenos, os estudos disponíveis mostram um efeito freqüentemente benéfico, especialmente em casos de sintomas de distúrbios de excitação e desejo. No entanto, a dosagem insensível e imprecisa de testosterona em mulheres, e o possível risco de neoplasia, não permitem recomendar um substituto em andrógenos e precisar de mais estudos de longo prazo.

Note-se que um tratamento tópico com estrogênio é uma opção eficaz em casos de dispareunia relacionada à atrofia vaginal e no caso de contraindicações para a substituição hormonal por sistêmica.

 

Por que o orgasmo escapa (muitas vezes) mulheres

Com uma em cada quatro mulheres que não tiveram um orgasmo durante sua última relação sexual, em comparação com apenas 6% dos homens, a desigualdade orgástica é uma realidade.

Nós raramente ouvimos sobre a desigualdade orgásmica entre homens e mulheres. É uma realidade que é encontrada no Canadá, bem como nos Estados Unidos, Espanha, Itália, Alemanha ou Inglaterra. Três anos atrás, uma pesquisa do IFOPrevelou que uma em cada quatro mulheres francesas não teve orgasmo durante sua última relação sexual por apenas 6% dos homens. É duvidoso que isso tenha sido uma escolha deliberada, já que metade das mulheres entrevistadas disseram que lutam regularmente para atingir o orgasmo.

Orgasmos lésbicas mais

O fato é que, para um homem, no entanto, o orgasmo raramente é um problema, e isso independentemente do tipo de parceiro. Em uma pesquisa realizada no ano passado com mais de 52.000 pessoas, cerca de 90% dos homens relataram ter um orgasmo “geralmente” ou “a cada vez” com seu parceiro, se é um homem e 95% se é uma mulher! Note-se que este também foi o caso de 86% das mulheres lésbicas pesquisadas, mas apenas 65% das mulheres heterossexuais.

Há, é claro, explicações “técnicas” para as dificuldades orgásticas das mulheres em geral e das francesas em particular quando dormem com um homem (veja aqui ). Mas pesquisadores do Departamento de Psicologia da Universidade de Valparaíso, em Indiana, apresentaram outras hipóteses no Journal of Sex & Marital Therapy(2018). Ao entrevistar mais de 900 jovens mulheres pela internet, eles descobriram que metade deles relatou ter dificuldade em obter um orgasmo. Destes, mais de um em cada três não se queixaram.

Se você quer ter mais orgasmos conheça o Tá Tarada.

As 7 principais causas das dificuldades orgásticas

“Os motivos mais citados foram estresse / ansiedade (58%), falta de estímulo ou estímulo (48%) e falta de relação (40%), imagem corporal (28%), dor ou desconforto físico (25%), falta de lubrificação (24%), “dizem os autores do estudo. Em contraste, razões médicas / medicamentosas (17%) foram menos frequentemente avançadas. Eles também destacam a complexidade das dificuldades orgásticas (“nossos resultados sugerem que essas causas em mulheres são provavelmente multifatoriais”) e os fatores psicológicos e relacionais envolvidos que “às vezes desafiam a categorização simples ou fácil”.

Em relação obstáculos orgasmo são a falta de emoção e da brevidade do relatório – que respondem por um terço das causas das dificuldades do orgasmo -, os autores consideram este encorajador. “Ela pode ser superada por mudanças comportamentais, como prolongamento das preliminares, relações sexuais mais longas, ampliação do repertório sexual, comunicação direta com o parceiro”, escrevem eles.

A ansiedade deve ser cuidada

A ansiedade é mais problemática. Parece ser o principal traço psicopatológico associado aos transtornos orgásticos em outro estudo ( Journal of Sexual Medicine, 2014 ), baseado na “coorte de Zurique”. A depressão há também foi fortemente associada a dificuldades do orgasmo, mas isso é bem conhecida.

A coorte de Zurique é uma amostra de mulheres de 50 anos entrevistadas regularmente nos últimos 20 anos e fornece informações sobre o risco de desenvolver distúrbios orgásticos de longo prazo. Tais dificuldades são relatadas anualmente por 7,1 a 13,5% delas. No total, mais de vinte anos de acompanhamento, mais de uma em cada quatro mulheres (27%) encontrou-se de uma vez ou outra nessas dificuldades.

Infelizmente, o estudo suíço não permite distinguir se a ansiedade, quando presente, é generalizada ou especificamente relacionada à sexualidade. O que é certo é que ela desempenha um papel tanto no desencadeamento quanto na manutenção das dificuldades sexuais. Isso pode explicar o sucesso das terapias de meditação da atenção plena.