Condições de Pesca

São encontrados os seguintes peixes:

Piraíbas (filhote), Pirararas, Jaú, Cachara (Pintado), Matrinchã, Corvinas, Bicudas, Mandubé, Bico de Pato, Chupitas, Cachorras, Pacu da Amazônia, Barbados, Trairões, Tucunarés e outras espécies da Bacia Amazônica.

O peixe predominante o ano todo é o Cachara (Pintado), sendo que no final de Maio, Junho, Julho, Agosto e começo de Setembro, predomina a Matrinchã.
A Piraiba é encontrada todo o ano, mas principalmente em Março, Abril e Maio, quando o rio está mais cheio.

ATIVIDADES

Pesca de Superfície

Iscas artificiais dão um excelente resultado principalmente para pesca esportiva da Cachorra, Bicuda, Matrinchã, Tucunarés, Trairão, encontrados em diversos pontos do rio e em vários lagos da região.

Pescaria de Fundo

Para a pesca de Piraibas, Cacharas, Pirararas, Jau, e várias outras espécies, são usadas chumbadas e anzol de vários pesos e tamanhos, com íscas vivas (Tuviras, e outras nativas da região) e pedaços de peixes também da região.

Pescaria de Ceva

Combinado com antecedência, é feito ceva de soja e milho no rio, o que propicia a pesca do Pacu e Piau em lugares pré-determinados.

Nosso recorde foi uma Piraiba de 142 Kg, pescada no dia 2/5/99.

O Rancho Xingu não aconselha a pesca noturna, mas se o pescador quiser, deverá sair com colete salva vidas, lanternas e sinalizadores de barco, por sua conta e risco.

 

 
O Rancho
  • Estrutura
  • Acomodações
  • Pista de Pouso
  • Depoimentos
  • Pesca
  • Condições de Pesca
  • Pescaria no Xingu
  • Ecoturismo
  • Paisagens
  • Animais
  • Fotos
  • Rancho
  • Amigos
  • Pescarias
  • Natureza
  • Institucional
  • Home
  • Localização
  • Links
  • Contato

  • Criação de Sites